Cinema

Isabelle Drummond sobre filme de “Cheias de Charme”: “Pode ser que saia”



De volta ao ar nesta segunda-feira (19) no “Vale a Pena Ver de Novo”, “Cheias de Charme” pode, finalmente, ir parar nos cinemas – a possibilidade surgiu enquanto a trama estava no ar, em 2012.

Em entrevista ao jornal “Extra”, Isabelle Drummond, que viveu a doméstica Maria Aparecida no folhetim de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, revelou que a história pode virar um longa-metragem.

“O filme pode ser que ainda saia… Estamos tentando”, contou a atriz, que a partir do dia 3 de outubro também aparecerá em cena na primeira fase de “A Lei do Amor”, novela das 21h que substituirá “Velho Chico”.

Vale lembrar que, na época da primeira exibição de “Cheias de Charme”, um livro chamado “Cida, a Empreguete – Um Diário Íntimo”, escrito por Leusa Araújo, foi lançado pela editora Casa da Palavra.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.